separate
Carioca, devoradora de bacon, estudante de RI com fortes tendências geeks, mochileira de carteirinha, viciada em pinterest e sonhadora de plantão.
banner ad
logo
Fernanda Maia

A Deliciosa Paris

Bom, como prometido, vou seguir com os roteiros de viagem, que é um assunto que eu "odeio" falar... hahaha
A cidade luz é uma das mais românticas que já visitei, mesmo tendo ido num outono congelante, não pude deixar de me apaixonar e querer, um dia quem sabe, morar ali.
Lembrando: Os meus guias são para mochileiros e pessoas que não querem gastar muito, mas pretendem ver o que há de melhor dentro do orçamento. E são apenas dicas do que eu vi de gostoso por aí. Faça o seu próprio roteiro, pesquise, divirta-se antes mesmo da viagem e chegue lá sabendo o que quer ver (o que não quer dizer que você não possa mudar o seu roteiro em cima da hora, algo que pode vir a ser bem surpreendente).


PARIS
1) Como sempre, a Walking Tour. Essa é uma das melhores que fiz na Europa, ela te leva por onde ônibus nenhum pode levar, um passeio ao longo do Sena, a vila medieval, a capital do Império Napoleonico, a revolução francesa, anos de ocupação nazista, os jardins reais e as ruelas gostosas e cheias de cafés e patisseries.
Dica: A tour sai da Place St. Michel todos os dias às 11h e 13h, faça chuva ou faça sol. Para mais informações sobre como funcionam as tours, veja o post passado.

 2) Do ponto onde a tour acaba você pode ir a pé para a Torre Eiffel, é uma caminhada de uns 20 minutos mas que vale a pena, alias, andar por Paris em qualquer momento é uma delícia.
A Torre em sí não é só aquilo que geralmente vemos nas fotos, ela é rodeada por um belissimo parque, ótimo para recarregar as energias após a caminhada.
Dica: Os preços variam de acordo com a idade e crianças menores de quatro anos não pagam. Você ainda tem a opção de escolher se vai subir de elevador ou escada (preços diferentes).
Para mais informações sobre os preços e para comprar on-line e não pegar fila, clique aqui.
Dica 2: uma amiga uma vez me contou que passou a tarde tomando vinho aos pés da torre, no parque (como em um picnic) e depois ao fim da tarde subiu pela escada (bêbada e empolgada) até o ponto máximo e assistiu um belíssimo pôr-do-sol. Se você tiver essa disposição me parece um ótimo programa!

3) Igrejas que você não pode deixar de conhecer: Notre Dame, a "Nossa Dama" francesa é absurdamente linda e vale a visita com calma. Em estilo gótico ela é uma das mais antigas catedrais do país e é rodeada pelas águas do rio Sena.
As famosas gárgulas são, na verdade, bem pequeninas, chega a ser engraçado.
E a Basílica de Sacré Coeur, toda em mármore travertino extraído da região de Seine-et-Marne, fica no topo da montanha de Montmartre, o ponto mais alto da cidade, o que, você já pode imaginar, gera uma vista fantástica.
Dica: Para os sedentários existe tipo um bondinho na lateral, não lembro quanto custa, mas não chega a ser realmente caro. Você pode subir por ele e descer a pé se não quiser encarar os 237 degraus da Montanha do Mártires (Montmartre).

4) O monumental Panthéon é imperdivel! Além de pinturas de valor incalculável contando a história da humanidade e da arquitetura de tirar o folêgo, o Panteão ainda conta com uma cripta gigante em seu subsolo, onde célebres como Alexandre Dumas, Jean-Jacques Rousseau, Jean Monnet, Victor Hugo e Voltaire estão enterrados.
É proibido tirar fotos dentro do Panthéon.
Dica: bem perto do local fica a famosa universidade francesa Sorbonne e atrás dela uma deliciosa pracinha cheia de estudantes para se tomar um cappuccino quentinho.

5) Já que estamos falando de locais para beber e comer, nenhuma cidade vai te dar tamanha água na boca quanto Paris. Existe uma padaria em cada esquina, franceses passando com baguetes embaixo do braço (não é mentira!), restaurantes lindos, barraquinhas de crepe à todo instante e vitrines de Patisseries lotadas dos mais diversos (e deliciosos) quitutes!
Se você é do tipo que come com os olhos, prepare-se!
Os crepes são deliciosos e podem ser rechados com o que você quiser. Em geral as barraquinhas ficam na rua (os franceses tem o hábito de comer crepe em pé) com listas de ingredientes que podem ser utilizados, de queijo a nutella, tem gosto para tudo!
As patisseries são outra tentação, vale muito a pena parar um dia e comer todas as guloseimas que te der vontade, afinal, você está na França!




6)
Por último, mas não menos importante, o maginifico Moulin Rouge! Ele é tão charmoso quanto você poderia imaginar. Todos lá falam inglês e a apresentação também se passa na lingua. A casa de show em geral mantém um mesmo espetáculo em cartaz por cerca de um ano, dependendo do sucesso do mesmo. É no estilo musical, com algumas meninas de belos peitinhos de fora (não espere ver melões por lá), dividido em alguns atos. Honestamente? Achei o show legal (assisti ao Ferrie, que ainda se encontra em cartaz), mas nada fenomenal, porém as apresentações do intervalo foram fantásticas. Shows de mimicos, cachorros que falam dentre outras surpresas. Muito divertido!
Dica: compre seu ingresso on-line. Sai mais barato e você não tem que se preocupar com nada. Existem duas opções, com ou sem jantar e ambas incluem no minimo meia garrafa de champanhe.
Dica 2: leve roupa social! É proibida a entrada de tênis ou qualquer outra roupa que eles achem inadequada. Eis o meu modelito para a ocasião:


Ultimas dicas e informações:
* Fale português! Sabe quando te falaram que eles odeiam que fale inglês? Não é mentira! Se você não sabe falar francês capriche no bon jour e no bonsoir e depois solte o portuguesão mesmo! Quem trabalha com mercado em geral sabe o suficiente para te atender (vendedores de lojas, os carinhas do crepe na rua são fera, vão ditar a lista toda de ingredientes em qualquer lingua que você queira e os garçons também vão fazer o máximo para te entender).
*Não entrei no Louvre além da pirâmide de vidro (que a walking tour te leva), portanto não tenho muito o que falar a respeito.
*Dá para sair do aeroporto de trem e acaba sendo muito mais barato! É uma viagem super rápida. E não fique nervoso pelas malas e/ou mochilas, o que você mais vai ver na Europa são pessoas carregando-as pela rua.

Espero ter sido útil, boa viagem a todos!

0 comentários:

Postar um comentário

logo
Copyright © 2012 Champanhe e Gentileza.
Blogger Template by Clairvo